quinta-feira, 25 de novembro de 2010

ADOLESCENTE É A MAIS JOVEM A REESCREVER A BÍBLIA



Adolescentes e Jovens, esse é um motivo de orgulho para pais, professores da EBD e pastores. Sigam este exemplo pois está escrito na Bíblia: "EU VOS ESCREVI, JOVENS, PORQUE SOIS FORTES, E A PALAVRA DE DEUS ESTÁ EM VÓS, E JÁ VENCESTES O MALIGNO." (IJo 2.14)

ADOLESCENTE É A MAIS JOVEM A REESCREVER A BÍBLIA

O RankBrasil certificou o recorde “Mais jovem à reescrever a Bíblia”conquistado pela adolescente Juliana Grunheidt Vilela Pereira.
Aos 13 anos, copiou a mão a Bíblia Sagrada em apenas 10 meses, com início no dia 09/02/2009 e finalização em 09/12/2009. Para a conquista do feito a recordista utilizou 28 canetas, 3.223 folhas e 34 blocos de fichários com 96 folhas cada.
Juliana é filha de Diácono Vander Batista Pereira e Suzimara Grunheidt Vilela Pereira, eles são membros comungante da I.P. de Vila Rubens, da Cidade de Itajubá – MG, onde moram atualmente.

Pouco tempo antes de começar a redigir a Bíblia Sagrada Juliana estava enfrentando um problema de saúde comum entre muitas adolescentes, ela tentava superar a anorexia, uma disfunção alimentar que leva muitos jovens a atingirem baixíssimo peso corporal.

Lutando contra sua disfunção e querendo superar seus problemas a recordista procurava ocupar sua mente, “foi aí que Deus me ajudou, colocando em meu coração o desejo de ler e copiar a Bíblia, assim minha mente ficou ocupada e passei a ter uma vida melhor”, conta Juliana.

Juliana contou com a ajuda da família para cumprir seu objetivo, no começo passava grande parte do dia reescrevendo o material, o que acabou prejudicando sua relação com os amigos e estudos devido ao tempo de dedicação. Assim sua mãe traçou algumas metas onde Juliana deveria copiar somente quatro capítulos ao dia e descansar aos domingos, seus horários eram das 6 horas da manhã até as 11 horas, na maioria das vezes transcrevia por cinco horas, algo em torno de 20% do seu tempo.

O material produzido por Juliana foi impresso e encadernado em vários volumes resultando uma linda coleção, contando com o apoio da família sempre que terminava de escrever um volume ganhava presentes, representando muita emoção para ela e sua família.

Para a recordista a emoção foi ainda maior ao terminar de reescrever as últimas palavras da bíblia, “não é fácil descrever a emoção que senti naquela hora, mas quando terminei de copiar a última frase da Bíblia, lembro-me de ter dado um suspiro e um grande sorriso, dei muitos pulos de felicidade, foi uma experiência maravilhosa, que nunca vou esquecer”, declara Juliana.

Para a recordista Juliana entrar para o Livro dos Recordes Brasileiros é uma grande honra e uma realização pessoal indescritível, “não tinha idéia de que este feito fosse causar tanta surpresa e admiração por parte das pessoas evangélicas e não evangélicas, estou muito feliz por deixar registradas algumas verdades, o grande amor que eu tenho para com Deus e com sua Palavra, a importância da Palavra de Deus no nosso dia-a-dia e na família. Copiando e lendo a Bíblia pude perceber que, quando temos um alvo, se persistirmos, conseguiremos alcançar nossos objetivos. O RankBrasil está de parabéns por não fazer discriminação de assuntos a serem publicados na sua página”, declara Juliana.

O RankBrasil parabeniza a recordista pelo seu incrível feito e pela prova de superação que ela pode apresentar a todos os brasileiros.

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Confraternização dos Jovens Kainón de Santos








Os dias 23 e 24 de outubro foram dias abençoados. Realizou-se na AD de Belém - Setorial de São Vicente SP a primeira confraternização de jovens e tive a honra e alegria de ser o ministrante da Palavra de Deus.

Contando com um grupo de jovens dedicados e intencionados em adorar ao Senhor Jesus a festividade foi marcada pela maravilhosa presença e operação do Espírito Santo.

Parabenizo a juventude da Assembléia de Deus de Belém Setorial de São Vicente, ao amoro e dedicado pastor Gregório Martis, assim como, ao Pr. Robson e sua família por tão abençoado trabalho para honra e glória do Senhor nosso Deus.

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

I ENCONTRO ANUAL DE LÍDERES

I ENCONTRO ANUAL DE LÍDERES

No dia 04 de setembro de 2010 foi realizado o I Encontro Anual de Líderes, coordenado pela UMADEC - União de Mocidade da Assembléia de Deus Ministério de Caetés.

O Evento contou com 3 plenárias edificantes e uma mesa-redonda que promoveu esclarecimento acerca de assuntos inerentes a liderança de adolescentes e jovens.

Foi um dia abençoado!

Os palestrantes permitiram o acesso ao conteúdo ministrado. Então, abaixo disponibilizaremos este conteúdo para que você encontrista possa recordar e assimilar estas valiosas lições.

Um abraço e até o próximo.

Liderança espiritual josué (Pb. Paulo Araújo)


Liderança espiritual josué - Texto do Power Point

  1. Liderança EspiritualJs 24.15
    Um Líder Espiritual Não só Diante de seus Liderados.
    “Eu e a minha casa serviremos ao Eterno”
  2. Características De Josué
    Crente, Nm 14. 6- 8;
    Consagrado, Js 3.5; 8.30;
    Piedoso, Js 5.14;
    Corajoso, Js 10.25;
    Obediente, Js 11.15;
    Decidido, Js24.15.
  3. Como Sucessor de MoisésTm 5.22
    Seu Nome teve de ser Mudado, Nm 13.8,16; cf. At 9.15,16 – “pelo Meu NOME”
    Suas Atitudes eram Embasadas por Moisés, Ex 17.9,10; cf. Fp 2.5 ...
    Não Passava de Servo de Moisés, Ex 24.13 assim como Moisés era de D’us – Js 1.2; Jz 2.8
    Porém Concluiria a Obra de D’us, Dt 1.38; cf. ITm 1.3,4.
  4. Seu Perfil como Homem de D’us, i. é, como Líder Espiritual – Js 24.15
    “Se vos parece Mal servir ao Eterno”
    Este homem está tirando a obrigação irracional de seus Liderados, Rm 14.17; Sl 100.2;
    Este Líder não quer Gente Incomodada ao seu Lado, mas sim os que estão à vontade por servi a D’us.
    Este Líder é um Líder Espiritual, pois sabe que os Liderados não o Servem, mas servem a D’us. Por isso se eles se sentem mal em Servir a D’us não precisam querer me servir.
  5. Deixando as Coisas Claras – Mt 6.19-24
    Um Líder deixa Claro diante de seus Liderados:
    A incoerência de se ter uma Fé falsa– “se aos deuses ... vossos pais” – seus pais os deixaram por que vocês vão servi-los? Is 64.4
    A imprudência de se abandonar o D’us verdadeiro – “aos deuses dos Amorreus” – Am 2.9 – adorar o D’us dos amorreus agora seria muita imprudência, pois na lógica os deus dos amorreus os deveriam proteger dos invasores. Adorá-los seria querer a morte, ou tornar-se escravo de seus predecessores.
  6. A Vida de Um Líder Contagia Seus Liderados – Dn 1,8-15
    Josué é um Líder de HOJE– “EU” – não é Moisés, mas sim “EU” – ICo 11.1; não se justifica com o passado – “Moisés era melhor que EU”;
    Josué Chama a atenção para Si, como quem diz: “Se a falha for encontrada é porque é minha mesmo.” – Responsabilidade de ser o primeiro em tudo – ITm 1.16, 4.12; Tt 2.7, 8;
    “Eu e a minha casa” – é agradável, pois os da sua casa servem a D’us com ele, não por ditadura, mas por Unção e atuação de D’us em sua Vida.
  7. “Porém EU e a minha CASA serviremos ao Eterno”
    Porém não é imperativo. Este porém de Josué é conclusivo. Eu e minha família conversamos e concluímos que a melhor coisa é servir a D’us – o líder conta com a conclusão de D’us e de seus liderados – At 15.22, 28;
    Eu não estou sozinho; somos Eu e aminha Casa. Quem pensa que por ser líder deve ser engolido e falar o que quer e sem pensar está muito mal enganado – Jesus orava e só falava o que o PAI lhe dizia. Pense sempre – Há alguém comigo, Alguém e não algo.
  8. ...
    Josué deixa uma regra Áurea da Liderança também com estas palavras, ele quer dizer para nós: “sou Líder em casa primeiro, i. é, não sou machão, mas sou cabeça”.
    Ele nos diz: “Eu administro minha vida e sei como são as coisas, não sou líder de palco e tenho uma vida pra provar isto”. ITm 3.1-6.
  9. Conclusão
    Um Líder Espiritual Sabe fazer Mudanças, porém sem mexer nos Marcos Antigos – Dt 19. 14 – sabe continuar e perpetuar a Tradição Divina sem ser pesado aos liderados, e sabe tornar agradável a Santificação e Dedicação ao Eterno.
    Josué Prova para nós que não foi só Líder de Ysrael, mas de todos os Líderes que viriam depois dele, pois com sua vida nos Lidera até hoje para que sejamos líderes melhores.
Estratégias do líder (Pr. Esdras Bentho)

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

“ Jesus opera milagres no deserto” (Mt 14.15)


Quando falamos sobre deserto algumas coisas nos saltam à mente: Um lugar com areia por todos os lados, onde é fácil se perder; lugar que faz um calor escaldante durante o dia e frio extremo à noite; lugar cercado de perigos, salteadores, serpentes e escorpiões. Entretanto, observaremos que na analogia bíblica o deserto também pode ser cenário educacional para que o Senhor molde os que são Seus.

Vejamos que o próprio Senhor Jesus esteve no deserto:

- Em Mateus 4 foi conduzido pelo Espírito Santo para ser tentado (esteve sozinho e somente após a tentação que os anjos lhe fizeram companhia)

- Para lidar com seu sofrimento ao saber da morte de João Batista.

Quando Jesus segue para o deserto levando seus discípulos, concedi-os a oportunidade de vivenciarem uma experiência marcante. (Mt 11.29);

“Deserto não tem propósito de trazer falecimento, e sim, crescimento.”

  • No deserto acontecem milagres. Alguns provando a identidade de Jesus como a cura dos vários enfermos, demonstrando que o Mestre era amoroso e compassivo, sendo cheio de “íntima compaixão”. E Outros milagres como a multiplicação dos pães e peixes ensinam importantes verdades, como:

1) A estada no deserto traz o contraste entre a ótica humana e a ótica divina em determinada situação.

Os discípulos esqueceram todos os milagres que testemunharam até aquele momento e queriam agir pela razão. Porém, Jesus envolvido pela glória e o poder de Deus manifestado em cada cura age ensinando-lhes a terem fé. (I Sm 17.31-37); (Hb 11.6, 33)

2) As conseqüências da Visão:

  • Segundo a visão dos discípulos

- A multidão deveria retroceder, afastar-se (Lc 9.62); (I Rs 19.19)

- Deveriam se espalhar, indo cada grupo para uma aldeia (Esta situação ocorreu nos dias da torre de Babel e naquela situação não era o propósito do Senhor)

- Deveriam prover alimento para si (comprar? Mas com que recurso)

  • Segundo a visão de Jesus

- Não precisavam retroceder (devem aproveitar o máximo de tempo para o aprendizado)

- Deveriam ficar juntos e todos testemunharem o milagre

- Deveriam receber a provisão de Jesus pelas mãos dos discípulos

  • O que diferenciará nosso destino no deserto não é a nossa condição momentânea, mas a nossa posição em relação a Deus. O que é nosso não vale praticamente nada, mas quando usado pelo Senhor traz grandiosos benefícios. (talento, tempo e recurso financeiro) Pv 22.29

Jesus fez uma b’rakhan (benção de agradecimento) - “Louvado sejas tu, Adonai nosso Deus, Rei do universo, que providencia o pão da terra”

Do deserto saíram homens, mulheres e crianças alimentados. Seguindo o exemplo do Mestre testemunharemos milagres e uma mesa é posta no meio de qualquer deserto.

A Paz de Cristo para todos!

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Reverência no culto ao SENHOR


Leitura: Hb 12.18-29


Vocês não foram como o povo de Israel. Vocês não chegaram perto de alguma coisa que se pode tocar, como o monte Sinai com o seu fogo destruidor, a escuridão e as trevas, a tempestade, o barulho de trombeta e o som de uma voz. Quando os israelitas ouviram a voz, pediram que ela não dissesse mais nada, pois eles não podiam suportar a ordem que dizia: “Até um animal, se tocar o monte, deverá ser morto a pedradas. O que estavam vendo era tão terrível, que Moisés disse: “Estou tremendo de medo! Pelo contrário, vocês chegaram ao monte Sião e à cidade do Deus vivo, a Jerusalém celestial com os seus milhares de anjos. Vocês chegaram à reunião alegre dos filhos mais velhos de Deus, isto é, daqueles que têm o nome deles escrito no céu. Vocês chegaram até Deus, que é o juiz de todos, e chegaram também aos espíritos dos que são corretos e que foram aperfeiçoados. Vocês chegaram até Jesus, que fez a nova aliança e que borrifou o sangue que fala de coisas muito melhores do que o sangue de Abel. Portanto, tenham cuidado e não recusem ouvir aquele que fala. Aqueles que recusaram ouvir a pessoa que entregou a mensagem divina na terra não puderam escapar. Por isso muito menos escaparemos nós se rejeitarmos aquele que lá do céu nos fala. Naquele tempo a voz de Deus fez com que a terra estremecesse, mas agora ele prometeu isto: Mais uma vez farei com que trema não somente a terra, mas também o céu. As palavras “mais uma vez” mostram bem que as coisas criadas serão abaladas e mudadas, para que as que não podem ser abaladas continuem como estão. Por isso sejamos agradecidos, pois já recebemos um Reino que não pode ser abalado. Sejamos agradecidos e adoremos a Deus de um modo que o agrade, com respeito e temor. Porque, na verdade, o nosso Deus é um fogo destruidor.”


No Brasil, observamos um forte crescimento no número de membros das igrejas, em todas as denominações. E com isso também crescem os problemas. Hoje, as igrejas têm vivido problemas semelhantes. É comum ouvirmos pastores comentando que os membros estão dispersos, que conversam durante o culto, a falta de disciplina por parte até mesmo daqueles que atuam como líderes dentro da Casa de Deus.

Alguém já ouviu falar em ordem e decência? Na Bíblia encontramos essa frase poderosa que diz que o culto deve ter ordem e decência. Não é uma frase de efeito solta no meio da Bíblia. Pelo contrário, ela mostra exatamente como deve ser um culto a Deus.


Vivemos na era da irreverência. Tudo pode ser zombado, satirizado e distorcido. Há uma urgente necessidade de resgatarmos o respeito e reverência para com Deus e Sua palavra.


O que vem a ser essa palavra: reverência?


Re.ve.rên.cia sf (lat reverentia) 1 Ação de reverenciar. 2 Respeito às coisas sagradas. 3 Movimento do corpo para saudar especialmente aos santos, o qual consiste em inclinar a cabeça e o corpo ou dobrar um pouco um ou ambos os joelhos. 4 Tratamento dado aos sacerdotes. 5 Acatamento, respeito, veneração. 6 Atenção, consideração. Antôn (acepções 2 e 5): irreverência.*


Por que ter reverência?



Porque Deus É SANTO (Sl 111.9-10; Ap 15.4; Is 6.3; 40.25). Se estamos na presença de um Deus Santo, o momento é de respeito (Ec 5.1). A visão da santidade de Deus proporcionou a Isaías uma idéia de sua própria pecaminosidade (Is 6.1-5).


Sendo o nosso Senhor Santo a sua casa é santa (Sl 93.5). O Lugar onde Deus está se torna santo (Ex 3.4-5; Js 5.15). Muitos estão agindo como Jacó, ignorando a presença divina onde estão (Gn 28.16,17).


O mesmo temor e reverência a Deus exigido no AT, são requeridos da igreja No NT. A Bíblia nos ordena que sirvamos ao Senhor em reverência (Hb 12.18-29). As igrejas eram edificadas andando no temor do Senhor (At 9.31). Pedro nos recomenda: “Andai em temor na vossa peregrinação” (1Pe 1.17)


Dar toda a nossa atenção ao Senhor no momento do culto?


Devemos estar no culto com toda a nossa atenção voltada para o Senhor. A nossa atenção geralmente está presa à importância que damos às coisas. Quando valorizamos, prestamos muita atenção. Ex.: TV, internet, conversa com os amigos, etc. Dentro desse raciocínio responda; O que te leva a não dar atenção nos cultos ao Senhor? A presença do “convidado principal da festa” como você diz ou canta está sendo valorizada ou ignorada? Quando mostramos reverência, o inimigo é envergonhado (Tt 2.7,8). Quando não, envergonhamos a igreja (1 Co 11.22).


Não há dúvida de que se amarmos a Deus, teremos reverência, e reverência significa mais do que dar louvores ou ajoelhar-nos quando oramos. Na verdade, não podemos reverenciar a Deus sem obedecer-Lhe. Muitos aceitam facilmente a Jesus como salvador, mas nem todos querem aceitá-Lo como o Senhor de suas vidas (Ec 12.13; 1 Jo 2.4; Jo 14.21)


Saiba que é possível mudar essa situação, e não depende do pastor ou de qualquer outro líder. Só depende de você. Pense: a igreja é um lugar onde buscamos adorar e cultuar a Deus, mas também é um lugar de refúgio onde a presença de Deus nos alivia das preocupações, ajudando-nos com os problemas que o mundo secular nos impõe diariamente.


Entenda uma coisa: Deus dá o primeiro passo, indicando a forma como Ele, deve e quer ser adorado (Êx 29.38-46). O modo aceitável de adorar ao verdadeiro Deus é instituído por Ele mesmo e limitado pela sua vontade revelada, que não deve ser modificado por adorações segundo imaginações e invenções humanas ou sugestões de satanás nem sob qualquer outra maneira não prescrita nas Escrituras. Isso significa que toda criatividade humana deve estar submetida ao Espírito Santo. (Jo 15.26); (Jo 4.23-24)


Não devemos sair da posição que fomos orientados a ficar nela (Jr 35.1-8)

Um exemplo de pessoas que saíram da posição e encontrada em Mateus 20: 12-13, quando Jesus entrou no templo e expulsou os que ali vendiam e compravam e disse: “A minha casa será chamada casa de oração; vós, porém, a transformais em covil de salteadores”. Está claro que Jesus Cristo estava tentando corrigir o problema e mostrou que é necessário que haja ordem na casa de Deus.


Assim, nada mais justo do que manter um comportamento digno de um servo de Deus, prestando atenção para que o culto tenha ordem e decência e que a reverência a Deus, dentro da casa dEle, seja um exercício constante. Medite em Habacuque 2: 20, que diz: “O Senhor, porém, está no seu santo templo; cale-se diante Dele toda a terra”.

Tenha bem definido em seu intelecto: Culto a Deus não se assiste - se presta. Quem só assiste o culto é o visitante não cristão. É o seu caso? Não? Então você não assiste culto, mas você presta culto a Deus!

Não podemos nos acostumar com o culto na Casa de Deus (Templos) e banalizá-lo. Observe:


· Nadade e Abiú banalizaram e foram fuminados.


· Hofini e Finéias banalizaram e macularam. Perderam a arca e morreram


· O povo de Israel no deserto banalizou a presença da nuvem de dia e da coluna de fogo a noite e murmuram morrendo no deserto.


Orientações para os crentes


· Não esperar o culto começar para depois entrar na igreja.


· Não sentar na extremidade de um banco desocupado, de maneira a impedir a entrada de outros, nem ficar mudando de lugar. O primeiro ponto tira a sua atenção e no caso da mudança de lugar chama a atenção dos outros participantes do culto.


· Não entrar e nem se retirar durante uma oração ou leitura bíblica. Se tiver de entrar depois do inicio do culto, não parar para cumprimentar, entrar discretamente e tomar ali mesmo a resolução de não se tornar um retardatário habitual.


· Não ficar conversando na entrada ou nas dependências da igreja durante o culto nem passe o culto inteiro reclamando.


· Não sentar-se sem orar. Principalmente se for uma pessoa que exerça cargos na igreja.


· Não interromper a oração para dar alguma informação ao orador nem para passar.


· Não ficar de olhos abertos durante uma oração observando.


· Não movimentar-se. A oração é atividade básica da igreja (Mt 21.22; At 1.14).Os pais devem manter o controle de suas crianças, dando água e levando ao banheiro em casa. Evitar movimentação durante o culto, mesmo para resolver assuntos da igreja.


· Na hora da leitura da Bíblia, momento solene, de pé, sem movimentação e conversas. Durante a pregação, mostrar concentração e atenção reverente. (Ne 8.1-6). Não se deve ler a Bíblia em outro texto enquanto o preletor faz a exposição da Palavra.


O que acontece no culto cristão:

1. O povo de Deus se reuni para a adoração. Uma das mudanças mais significativas da cultura pós-moderna é a inversão que vem acontecendo na forma da celebração do culto. A razão de ser do culto é Deus. Reunimo-nos para adorá-lo; esta é a nossa condição básica como seres criados por Deus e para Deus. Somos seres adoradores. Porém, é visível a natureza cada vez mais antropocêntrica dos cultos modernos. Daí a quebra da reverência. Não estamos mais diante de Deus para adorá-lo, mas diante de um programa, uma atividade religiosa, cujo fim somos nós e não Deus”.(...)

2. Proclamamos a majestade do Senhor e seus feitos em nossas vidas através do nosso sacrifício de louvor (Hb 13.15) e declaramos a nossa esperança nas promessas que ainda se cumprirão.

3. A Palavra de Deus é aberta e ensinada, fortalecendo a nossa fé, firmando a nossa esperança, despertando em nós o amor divino e abrindo o caminho para o serviço enquanto aguardamos a sua vinda.

O culto é uma entrega.

No culto trazemos (e entregamos) um coração contrito, grato, humilde assim como as nossas ofertas e apresentamos tudo junto no altar de Deus. Para isso preciso estar concentrado nessa entrega que vou fazer. Necessito chegar antes do culto para sossegar minha alma, se possível, evito conversas antecipadas nem fico aflito procurando pessoas para dar recados. Meu corpo também deve sossegar e, em silêncio e oração, procuro realmente estar presente perante Deus naquele lugar de adoração.

No culto também devo permitir que os que ministram a mim possam, com a ajuda do Espírito Santo, me ajudar a conduzir meus sentimentos e entregá-los ao Pai. Às vezes você chega ao culto a fim de coisa alguma. Isso realmente acontece, mas se esforce e o Senhor honrará o seu esforço e derramará da sua graça sobre ti e você irá para casa cheio da presença de Deus.

Precisamos aprender com Maria a essência da reverência. Você se lembra o que ela falou ao anjo? Respondeu Maria: “Eis aqui a serva do Senhor; que se realize em mim tudo conforme a tua palavra”. (Lc 1.38ª)

Leia também: Ap 4.10-11 / Ap 15.3-4

Tenhamos reverência na presença do Rei da Glória e prestemos cultos dignos de verdadeiros adoradores.





terça-feira, 25 de maio de 2010

Treine seu cérebro



Neuróbica que deixa o cérebro afiado

Evitar fazer tudo no automático ajuda a turbinar a memória e a concentração.


Quem foi que disse que o cérebro não precisa de exercícios para se manter ativo? Se o nosso corpo necessita de malhação para ficar sempre em ordem e cheio de disposição, por que com a mente seria diferente?

O cérebro também vai perdendo sua capacidade produtiva ao longo dos anos e, se não for treinado com exercícios, pode falhar. O neurocientista norte-americano, Larry Katz, autor do livro Mantenha seu Cérebro Vivo, criou o que é chamado de neuróbica, ou seja, uma ginástica específica para o cérebro.

A teoria de Katz é baseada no argumento de que, tal como o corpo, para se desenvolver de forma equilibrada e plena, a mente também precisa ser treinada, estimulada e desenvolvida. É comum não prestamos atenção naquilo que fazemos de forma mecânica, por isso costumamos esquecer das ações que executamos pouco tempo depois.

"O objetivo da neuróbica é estimular os cinco sentidos por meio de exercícios, fazendo com que você preste mais atenção nas suas ações e então, melhore seu poder de concentração e a sua memória", explica a psicóloga especialista em análise comportamental e cognitiva, Mariuza Pregnolato. "Não se trata de acrescentar novas atividades à sua rotina, mas de fazer de forma diferente o que é realizado diariamente".
Para o neurologista da Unifesp Ivan Okamoto, tais exercícios ajudam a desenvolver habilidades motoras e mentais que não costumamos ter em nosso dia a dia, porém, tais habilidades em nada se relacionam com a memória.

"Se você é destro e começa a escrever com a mão esquerda, desenvolverá sua coordenação motora de modo a conseguir escrever com as duas mãos e caso um dia, tenha algum problema que limite a escrita com a mão direita, terá a esquerda bem capacitada para isso. Mas o fato de praticar este tipo de exercício não significa que você se verá livre de problemas como esquecer de pagar as contas, tomar o remédio, ou algo do gênero", explica o especialista.

Como funciona a neuróbica?
A neuróbica consiste na inversão da ordem de alguns movimentos comuns em nosso dia a dia, alterando nossa forma de percepção, sem, contudo, ter que modificar nossa rotina. O objetivo é executar de forma consciente as ações que levam à reações emocionais e cerebrais. São exercícios que vão desde ler ao contrário até conversar com o vizinho que nunca dá bom dia, mas que mexem com aspectos físicos, emocionais e mentais do nosso corpo. "São esses hábitos que ajudam a estimular a produção de nutrientes no cérebro desenvolvendo suas células e deixando-o mais saudável", explica Mariuza Pregnolato.

Quanto mais o cérebro é treinado, mais afiado ele ficará, mas para isso não precisa se matar nos testes de QI ou nas palavras cruzadas para ter resultados satisfatórios. "Estas atividades funcionam, mas a neuróbica é ainda mais simples. Em vez de se inscrever em um super desafio de matemática e ficar decorando fórmulas, que tal vestir-se de olhos fechados ou andar de trás para frente?", sugere a especialista. A proposta da neuróbica é mudar o comportamento rotineiro para "forçar" a memória. Por isso, é recomendável virar fotos de cabeça para baixo para concentrar a atenção ou usar um novo caminho para ir ao trabalho.

O papel dos sentidos
O programa de exercícios da neuróbica oferece ao cérebro experiências fora da rotina, usando várias combinações de seus sentidos - visão, olfato, tato, paladar e audição, além dos "sentidos" de cunho emocional e social.

"Os exercícios usam os cinco sentidos para estimular a tendência natural do cérebro de formar associações entre diferentes tipos de informações, assim, quando você veste uma roupa no escuro, coloca seus sentidos em sinal de alerta para a nova situação. Se a visão foi dificultada, e é isso que faz com que você sinta o efeito dos exercícios, outros sentidos serão aguçados como compensação", explica Mariuza.

Para estimular o paladar, uma dica bacana é fazer combinações gastronômicas inusitadas. Já pensou em misturar doce com salgado? Maionese com leite condensado?

Corpinho de 40 e mente de 20!
A neuróbica não vai lhe devolver o cérebro dos vinte anos, mas pode ajudá-lo a acessar o seu arquivo de memórias. "Não dá para aumentar nossa capacidade cerebral, o que acontece é que com os exercícios você consegue ativar áreas do seu cérebro que deixou de usar por falta de treino", explica Mariuza.

"Você só estimula o cérebro se o exercita, por isso quem sempre esteve atento a esta questão terá menos problemas de saúde cerebral, como demência e doenças cognitivas, como Alzheimer".

Dicas para você montar seu treino
O desafio da neuróbica é fazer tudo aquilo que contraria ações automáticas, obrigando o cérebro a um trabalho adicional, por isso:

1-Use o relógio de pulso no braço direito;

2-Vista-se de olhos fechados;

3-Estimule o paladar, coma comidas diferentes;

4-Leia ou veja fotos de cabeça para baixo concentrando-se em pormenores nos quais nunca tinha reparado;
5-Veja as horas num espelho;

6-Troque o mouse do computador de lado;

7-Escreva ou escove os dentes utilizando a mão esquerda - ou a direita, se for canhoto;

8-Quando for trabalhar, utilize um percurso diferente do habitual;

9-Introduza pequenas mudanças nos seus hábitos cotidianos, transformando-os em desafios para o seu cérebro;

10-Folheie uma revista e procure uma fotografia que lhe chame a atenção. Agora pense 25 adjetivos que ache que a descrevem a imagem ou o tema fotografado;

11-Quando for a um restaurante, tente identificar os ingredientes que compõem o prato que escolheu e concentre-se nos sabores mais subtis. No final, tire a prova dos nove junto ao garçom ou chef;
12-Ao entrar numa sala onde esteja muita gente, tente determinar quantas pessoas estão do lado esquerdo e do lado direito. Identifique os objetos que decoram a sala, feche os olhos e enumere-os;

13-Selecione uma frase de um livro e tente formar uma frase diferente utilizando as mesmas palavras;

14-Experimente jogar qualquer jogo ou praticar qualquer atividade que nunca tenha tentado antes.

15-Compre um quebra cabeças e tente encaixar as peças corretas o mais rapidamente que conseguir, cronometrando o tempo. Repita a operação e veja se progrediu;

16-Experimente memorizar aquilo que precisa comprar no supermercado, em vez de elaborar uma lista. Utilize técnicas de memorização ou separe mentalmente o tipo de produtos que precisa. Desde que funcionem, todos os métodos são válidos;

17-Recorrendo a um dicionário, aprenda uma palavra nova todos os dias e tente introduzi-la (adequadamente!) nas conversas que tiver;

18-Ouça as notícias na rádio ou na televisão quando acordar. Durante o dia escreva os pontos principais de que se lembrar;

19-Ao ler uma palavra pense em outras cinco que começam com a mesma letra;

20-A proposta é mudar o comportamento rotineiro. Tente, faça alguma atividade diferente com seu outro lado do corpo e estimule o seu cérebro. Se você é destro, que tal escrever com a outra mão?

Hábitos saudáveis
Outra atitude indispensável para manter a memória sempre afiada, é prestar atenção na qualidade de vida. O neurologista Ivan Okamoto sugere um estilo de vida mais tranquilo, com alimentação balanceada, sem vícios e com a prática regular de exercícios físicos para manter o corpo e a mente saudáveis.

"A melhor maneira de manter a memória em dia é cuidar da saúde, por isso é importante evitar cigarro e bebidas alcoólicas, seguir uma dieta equilibrada, praticar exercícios e exercitar o cérebro. Manter a atividade mental, seja trabalhando ou participando de alguma atividade em grupo, ajuda a elevar a autoestima e deixar a memória a todo vapor", explica o especialista.

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Cristão perseguidos no Vietnã

Em desfile, viatinamitas comemoram os 35 anos da reunificação do país com o fim da guerra do vietnã.

VIETNÃ (21º) - Os cidadãos vietnamitas comemoraram hoje os 35 anos da vitória de seu país na chamada Guerra do Vietnã. O conflito, que durou mais de 20 anos e matou mais de 3 milhões de vietnamitas e 50 mil norte-americanos, marcou a vitória do regime socialista, implantado em todo o território desde então.

O povo vietnamita tem muito do que se orgulhar, pois, conseguiu sair vitorioso de uma sucessão de invasões que incluíam, além de americanos, franceses e japoneses, em mais de 30 anos ininterruptos de confronto.

Porém, a vitória do socialismo representou para os cristãos do país uma dura ameaça. Tida como a religião do invasor, o cristianismo foi severamente combatido pelo regime. Com o fim da guerra, todos os missionários estrangeiros foram expulsos do país, igrejas foram fechadas, cristãos foram presos e mortos. Era o fim da Guerra do Vietnã, mas o início de uma dura batalha para a Igreja.

Superando obstáculos

De maneira análoga a seu povo, os cristãos vietnamitas têm resistido bravamente neste período. Apesar de toda a perseguição e de todas as dificuldades, a Igreja permanece firme, graças ao suporte que recebe de irmãos de todo mundo, que se juntam a organizações como a Portas Abertas para interceder por ela e ajudá-la em todo o tempo.

Um dos participantes de um treinamento ministrado aos líderes de igrejas no ano passado afirmou: “O treinamento me encorajou, me ensinou e me alertou para várias coisas. Todos os dias enfrento muitas dificuldades e obstáculos no ministério. Ao estudar a vida dos profetas, vi que eles também sofreram, mas continuaram a obedecer a Deus, a proclamar a sua Palavra e a completar a obra. Eles confiaram em Deus, por experimentarem o poder de Deus em suas vidas, e entenderem que Ele é suficiente para sustentar os seus servos.”

Com testemunhos desse tipo, a Igreja vietnamita também tem muito a comemorar. Contrariando todas as expectativas, toda a intenção do governo, ela sobreviveu e tem crescido nos últimos anos. Lembre-se de sustentar em oração os nossos irmãos vietnamitas, para que a cada dia eles superem as barreiras da perseguição e levantem ainda mais alto a bandeira do evangelho de Cristo no país.

Cristina Ignacio

Fonte site portas abertas

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Trabalho no Hospital Federal de Bonsucesso



Louvores a Deus no lugar de gemidos

O povo que estava assentado em trevas viu uma grande luz; e aos que estavam assentados na região e sombra da morte raiou a luz. (Mt 4:16)

Na tarde de sábado dia 15 de dezembro de 2007 soprou a agradável brisa do Espírito Santo no Hospital Federal de Bonsucesso. Naquele dia o som dos gemidos de dor dos pacientes foi alterado por louvores ao Altíssimo. A tristeza deu lugar a alegria por causa da presença de Deus.
O ato de natal foi um evento realizado graças ao trabalho em conjunto da Administração da Emergência do Hospital, representada por Fabiana Mendes, apoiada pela Diretora Geral, Drª Sandra Azevedo, e a Diretoria da União de Jovens e Adolescentes da Assembléia de Deus Ministério de Caetés, na pessoa do Pr. Vladimir Calisto.
No horário de visitas pacientes, visitantes e funcionários do hospital foram levados ao pátio, onde ocorreu o evento.
O coral da UMADEC (União de Mocidade das Assembléias de Deus Ministério de Caetés), contando com 60 jovens e a Orquestra Harmonia, com 20 músicos, ministrou os louvores do Céu sobre aqueles que se encontravam tristes por saber que passariam o natal internados, proporcionando momentos de paz e alegria.
O coral cantou hinos evangelísticos que traziam mensagens de esperança, cura e bênçãos, mensagens que lembram o sacrifício de Jesus Cristo no calvário, levando todos os presentes, a uma reflexão sobre o verdadeiro sentido do natal. Os jovens coristas também distribuíram mensagens escritas da Palavra de Deus.
O evento contou também com a colaboração da capelania evangélica do hospital, representada pelo Pr.Miguel Kopanyshyn que ministrou uma mensagem da Bíblia Sagrada.
Após o evento realizado no pátio o Pr. Vladimir Calisto, juntamente com o maestro Tiago e o jovem músico Vinícius, foram à emergência, onde se encontravam os pacientes mais graves que não podiam se locomover. “O soar harmonioso dos instrumentos que foram tocados proporcionou mudanças na face de alguns pacientes que de expressões de dor, passaram a esboçar um leve sorriso e aspecto de alívio” - Relata o jovem Vinícius.
O resultado do trabalho foi que o nome do Senhor Jesus foi glorificado e isso pode ser visto através das lágrimas derramadas pelos pacientes que voltavam às suas enfermarias com seus corações aliviados e pelo pedido que era feito por eles para que fosse realizado novamente este evento.
Os jovens da Assembléia de Deus Ministério de Caetés louvam a Deus por poder estar cumprindo a sua palavra que diz: Adoeci, e visitastes-me. E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes. (Mt 25.36b, 40)
Atendendo ao pedido dos pacientes e contando com o apoio da administração hospitalar e capelania evangélica do HFB em 03 de Abril de 2010, retornamos ao hospital para realizar a cantata de Páscoa.
Novamente o coral e orquestra dos adolescentes e jovens da Igreja Assembléia de Deus Ministério de Caetés se fizeram presentes. Tendo a Palavra de Reflexão ministrada pelo Pr.Vladimir Calisto.
O Evento teve a participação de pacientes, acompanhantes, profissionais de saúde da instituição e outros. Após o evento da praça, os pacientes dos setores de pediatria e emergência, com a autorização dos responsáveis pelos setores, foram visitados pelos os músicos ao som do violino e flauta.
Em tudo louvamos ao Senhor Jesus Cristo, pois nEle, por Ele e para Ele são feitas todas as coisas. A Ele seja a honra, a glória e o louvor.


AOS ADOSLESCENTES E JOVENS QUE PARTICIPARAM DAS CANTATAS NO HOSPITAL FEDERAL DE BONSUCESSO

A paz de Cristo!

Gostaria de externar a minha gratidão a Deus pela vida de todos os adolescentes, jovens e músicos que participaram das cantatas no Hospital Federal de Bonsucesso.
A motivação que levou cada um a se empenhar na realização deste evento foi transmitir o amor de Deus através de nossas vidas. Um sentimento de satisfação encontrou lugar em nosso ser por ter a oportunidade de realizar a vontade do Senhor.
Alguns pacientes fragilizados pelas dores no corpo e também na alma, carregavam o sentimento de solidão e frustração de saber que passariam datas como natal e páscoa em uma enfermaria de hospital. Este sentimento foi superado pelos momentos de alegria e esperança que tiveram na cantata, pois perceberam que existem pessoas que se importam com eles e um Deus que ainda que invisível aos olhos humanos pôde ser visto e sentido o seu amor através de adolescentes e jovens que num sábado às portas do natal e páscoa não estavam em um shopping disputando o último par de sapatos ou chocolates, mas estavam sendo a imagem de Cristo como mensageiros da esperança em um lugar de sofrimento.
Louvo a Deus pela vida de cada Isaías, Daniel, Pedro, Paulo, do século XXI e que em cada um de vós permaneça o mesmo sentimento que houve em Cristo Jesus.
Um grande abraço e que o amor pelos perdidos e necessitados reine em seus corações.


Pastor Vladimir Calisto


quinta-feira, 29 de abril de 2010

Subsídio para Escola Dominical




Professores e estudantes da Escola Bíblica Dominical

A inserção de subsídios semanais para lições da Escola Dominical foi interrompido devido a grande quantidade de atividades que o Pr. Ronaldo Batista está desempenhando. Entretanto, disponibilizo o link de um blog que lhes atenderá neste propósito, pois entendendo que os estimados irmãos merecem continuar tendo uma fonte de pesquisa equilibrada para auxiliá-los.

Um abraço fraternal a todos e que o Senhor continue os abençoando.





terça-feira, 27 de abril de 2010

Fique por dentro do que acontece no Continente Áfricano


Pastor evangélico apela a fidelidade e abstinência sexual

Luanda – O pastor da Igreja Evangélica de Angola (IEA), da paróquia Mateus Estober, Daniel Vela, apelou hoje (domingo), em Luanda, aos fiéis a optarem pela fidelidade, para os casados, e aos solteiros a observância da abstinência sexual, para se precaverem contra doenças sexualmente transmissíveis, com maior incidência ao VIH/SIDA.
O pastor fez esse pronunciamento em declarações à Angop, a propósito de uma campanha de testagem voluntária de VIH/SIDA, promovida pela congregação que dirige, com apoio do Ministério da Saúde, Instituto Nacional de Luta contra a Sida, Rede Esperança e uma organização não governamental.
Daniel Vela considerou o uso do preservativo, como um meio de prevenção contra a contaminação do vírus da Sida, embora as pessoas devem evitar esse “recurso” e optarem pela fidelidade ou pela abstinência sexual.
"O programa visa sensibilizar e elevar a consciência das pessoas sobre o perigo da doença, conhecer melhor o seu estado serológico e estarem informadas como se deve prevenir ", precisou.
Adiantou que o programa tem tido muita aderência por parte dos seus fiéis e outras pessoas interessadas que passam pelo local e manifestam a sua vontade de efectuarem o teste de VIH/SIDA.
“Eu na qualidade de pastor também vou fazer o teste para servir de exemplo e modelo aos membros da congregação”, salientou.
Sublinhou que antigamente, as pessoas tinham muito receio de fazer o teste, com medo de serem discriminadas, mas actualmente esse comportamento está a mudar, visto que já há muita gente interessada em conhecer o seu estado de saúde.
“Agora optamos por montar postos de testagem nas Igrejas para facilitar as pessoas que as vezes por desconhecerem os centros vocacionados acomodam-se", explicou.
Essa é a segunda fez, este ano, que aquela Igreja promove uma campanha de género, a primeira aconteceu em Fevereiro último.

Angloa Press/Notícias Cristãs

quarta-feira, 21 de abril de 2010

III Encontro de Educadores e Estudantes Cristãos

Faça o downloard do conteúdo ministrado pelos palestrantes pelo link: http://www.adcaetes.com.br/eedec_palestras_2010.html

Em 2010, o 3° EEDEC - Encontro de Educadores e Estudantes Cristãos, que ocorreu entre os dias 7 e 10 de abril, reuniu aproximadamente 350 participantes de várias denominações, demonstrando que a igreja está cada vez mais disposta a prosseguir na busca do conhecimento da Palavra de Deus.
O tema “Exercendo o ministério com sabedoria” foi a base de todo o Encontro, e a partir dele os palestrantes discorreram sobre os temas que lhes foram propostos com muita clareza e propriedade, trazendo para o corpo discente do evento grandes esclarecimentos acerca dos assuntos ministrados.

A Aula Magna foi ministrada no primeiro dia do evento pelo Pr. Nemuel Kesler, membro do Conselho de Educação Religiosa da CONFRADERJ. O Pr. Nemuel discorreu sobre a História da Educação Religiosa no Brasil, abordando de forma mais incisiva a filosofia da educação religiosa na Assembléia de Deus. O palestrante comentou de forma bem minuciosa sobre os fatos históricos da educação religiosa na igreja, sobretudo a educação teológica formal, mencionando o aparecimento das primeiras escolas teológicas e a resistência a elas, o período em que se espalharam por todo o território brasileiro, o que a liderança das Assembléias de Deus já fez por elas e as causas dos seus principais problemas atuais.

No segundo dia do Encontro, após plenária em que a Professora Josiane Peixoto, Coordenadora do Seminário para Educadores Infantis da Igreja Assembléia de Deus Ministério de Cordovil, ministrou sobre “A importância de ensinar aos pequeninos”, as palestras foram segmentadas: no 1° andar do templo da Assembléia de Deus Ministério de Caetés, o Reverendo Marcelo Gomes, da Igreja Presbiteriana de Piedade, ministrou sobre o tema “Vocação, Formação e Atuação do Educador Cristão. Já no 3° andar do templo, a Professora Josiane Peixoto ministrou sobre “Reciclagem para o departamento infantil”.

Formado em Teologia pela Mackenzie e pós-graduado em Educação pela UFRJ, o Reverendo Marcelo Gomes ensinou, no 1° andar do templo, a respeito da vocação: o professor deve entender que lecionar não por uma simples escolha pessoal mas o cumprimento de um chamado divino. Já a respeito da formação, o Reverendo ensinou que é preciso ter paixão e dedicação pelo ensino, e aquele que é chamado a ensinar deve ser imitador de Cristo, como o apóstolo Paulo mencionou, pois o Senhor Jesus era capaz de surpreender com as características de sua personalidade, capaz de convidar a interiorizar e repensar a história. Finalmente, sobre a atuação do educador cristão, o Reverendo ensinou que o educador deve atuar justamente na insegurança atual da humanidade, que confiou demasiadamente na ciência e se decepcionou. O desafio do educador, como instrumento de Deus, está portanto na atuação dentro deste contexto.

No 3° andar do templo, a professora Josiane Peixoto ministrou palestra voltada para os vocacionados para o ministério infantil, apresentando maneiras dinâmicas, criativas e práticas de ministrar às crianças a partir de materiais de sucata. A professora também realizou, com os participantes da palestra, uma oficina a partir da qual foram confeccionados presentes que podem ser feitos em sala de aula, pelos próprios pequeninos, como sugestão de brindes comemorativos para o dia das mães, ou dos pais ou, ainda, dia do pastor.

O terceiro dia do evento foi aberto com a plenária do Pastor Alberto Tavares, da Igreja de Nova Vida de Nova Holanda, sobre o tema “A importância do aprendizado para a maturidade cristã”. Em seguida, deu-se início à Mesa Redonda que reuniu os pastores Jose Mario da Silva (AD Caetés) e Roberto Inácio (AD Filadélfia) e a Psicóloga Márcia Torres (AD Bonsucesso). Sob o tema “Esclarecendo os temas complexos da atualidade cristã”, os participantes do debate responderam às questões polêmicas levantadas pelos encontristas, a respeito dos seguintes assuntos: os cuidados com a saúde e o culto ao corpo; evolução científica e tecnológica – implicações éticas; e Educação em casa e em sala de aula: limites versus permissividade. De maneira esclarecedora os debatedores da Mesa Redonda responderam às mais variadas perguntas enviadas pelos encontristas e selecionadas e agrupadas por assunto pelo mediador.

Sob o tema “A realidade escatológica na Atualidade” a Professora Sara Alice Cavalcanti, mestre em hebraico e história de Israel e membro da Assembléia de Deus de Bonsucesso, abriu o quarto e último dia do Encontro de Educadores e Estudantes Cristãos com a primeira plenária do dia. Na manhã de sábado, a professora discorreu, entre os outros assuntos pertinentes ao tema, sobre o perigo em se dar sentido figurado à Bíblia Sagrada, não interpretando-a de forma literal, o que é chamado de interpretação alegórica das Escrituras Sagradas. A palestrante brindou mais uma vez o público participante do EEDEC com uma excelente ministração vinda diretamente do coração de Deus.

À tarde, após o almoço, houve uma pequena homenagem aos cinco anos do IBADEC – Instituto Bíblico da Assembléia de Deus Ministério e Caetés, instituto coordenador do III EEDEC. Logo após, na segunda plenária, o Pastor Alexandre Coelho, Professor de Grego e Hermenêutica da FAECAD – Faculdade das Assembléias de Deus, discorreu sobre o tema “A importância da correta interpretação bíblica em dias de pluralidade teológica”. O Pastor alertou que muitos grupos chamados cristãos vêm utilizando a Bíblia para defender suas proposições “teológicas”, que muitas vezes estão em desacordo com a própria Bíblia. Uma doutrina mal-interpretada conduz a práticas equivocadas mesmo dentro da igreja local. O Pastor ministrou ainda que pluralidade teológica implica haver, dentro de um mesmo universo cristão, diversos pensamentos voltados não só para a Teologia, mas também às práticas dentro do ambiente eclesiástico e fora dele. O pastor ainda mencionou que a Bíblia explica a própria Bíblia e que a salvação e o Espírito Santo são imprescindíveis para a correta interpretação da Palavra de Deus, a fim de alcançar a verdade espiritual contida no texto lido.

O evento terminou após a reunião de parte dos presentes para realização de uma fotografia para a posteridade. Os palestrantes deixaram o evento com a certeza de terem sido imensamente abençoados e na expectativa do próximo EEDEC, que acontecerá nos dias 23 à 26/02/2011. Então, até lá!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...