sexta-feira, 15 de maio de 2009

Culto de Doutrina - Matriz



Sermão ministrado no culto de doutrina da Assembléia de Deus
Ministério de Caetés - MATRIZ
Dia 07 de abril de 2009


Ministração: Pr. Vladimir Calisto


Tema: Andando em vigilância e obediênciaTexto base: I Reis 13

Após o reinado de Salomão o reino de Israel foi dividido em Reino do Norte (Israel) e Reino do Sul (Judá) e através de uma profecia da parte de Deus Jeroboão é avisado que seria o rei de Israel. Entretanto, o medo de perder seu cargo real, pelo fato do povo do Norte ir adorar ao Senhor no Templo que localizava-se no sul, o fez fechar seu reino para Deus, pois entronizou bezerros de ouro em Dã e Betel, usurpou também a função sacerdotal, caindo assim, no mesmo pecado de Saul (I Sm 13.8-14). Somente o Senhor Jesus poderia ser rei e sacerdote – (Hb 7.15-17) “E muito mais manifesto é ainda, se à semelhança de Melquisedeque se levantar outro sacerdote, Que não foi feito segundo a lei do mandamento carnal, mas segundo a virtude da vida incorruptível. Porque dele assim se testifica: Tu és sacerdote eternamente, Segundo a ordem de Melquisedeque”

Através dEle alcançamos a posição de sacerdotes – (Ap 1.5,6) “E da parte de Jesus Cristo, que é a fiel testemunha, o primogênito dentre mortos e o príncipe dos reis da terra. Aquele que nos amou, e em seu sangue nos lavou dos nossos pecados, E nos fez reis e sacerdotes para Deus e seu Pai; a ele glória e poder para todo o sempre. Amém.”

As profecias de Deus são perfeitas. A profecia à respeito do rei Josias foi anunciada, pelo profeta anônimo, 300 anos antes do seu reinado.

Observemos alguns aspectos do encontro entre o profeta anônimo e o rei Jeroboão:

A profecia foi contra o altar, ou seja, contra o que estava sendo instituído e não somente contra o rei. Jeroboão estava profanando as festas sagradas do Senhor que eram realizadas por Israel (Trombetas, Expiação e Tabernáculos). Nos dias atuais, em nossas igrejas, a nossa luta é contra o pecado e não contra os pecadores, pois os pecadores morrem e o pecado se foi instituído prevalece sendo praticado por outras pessoas.

O profeta tinha convicção da sua missão (v. 8,9). Hoje cada um de nós devemos ter convicção do que o Senhor nos comissionou e devemos honrar o chamado divino, sempre visando a glorificação do Rabi da Galiléia.

Após o encontro do profeta de Deus com o profeta velho a dúvida pairou no seu coração, quando não deveria, vejamos por que:

Área da lógica – raciocínio:

O profeta velho usou uma expressão persuasiva “Também sou profeta como tu” (v. 18) Porém, dava margem para questionamentos lógicos: Sendo ele profeta de Deus. O que estava fazendo calado em Israel conivente com os pecados de Jeroboão? Por que necessitou vir um profeta de Judá se já existia ele em Israel?
Muitos atualmente se dizem “profetas”, sendo servos das profecias que proferem e não servos de Cristo. Inserem palavras na boca de Deus de acordo com seus deleites, iludindo à muitos imaturos espirituais.
O apóstolo Paulo já alertava em II Co 11.3 “Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos, e se apartem da simplicidade que há em Cristo.”

Área da espiritualidade, discernimento:

O profeta recebeu sua ordem diretamente de Deus, enquanto o profeta velho dizia ter recebido de um anjo. O Senhor quando quer falar com um profeta fala diretamente a ele; como nos casos de Natã II Sm 7 e Isaías 38

O profeta deveria conhecer o proceder do Senhor “Deus não pego de surpresa”. Deus não muda de posicionamento sem propósito. Tudo que necessita de mudança, necessita que seja para melhor ou para pior, pois uma mudança que não faça diferença não é uma mudança. Para uma mudança positiva é necessário obter a informação de que algo está faltando. Porém, a obra do profeta estava completa – O Senhor em sua perfeição não deixou nada por acabar. O Senhor foi enfático em sua ordem ao profeta - vai, profetiza e volta por outro caminho.
Quando alguém muda de idéia é porque recebeu alguma informação nova, que tinha desconhecimento, mas Deus é onisciente.
(Sl 147.5) “Grande é o nosso Senhor, e de grande poder; o seu entendimento é infinito."

A dúvida leva o profeta à desobediência. O profeta não errou na entrega da mensagem, errou na sua conduta.

Qual era o problema em comer pão e beber água? Na cultura ocidental muitos negócios são fechados em almoços de negócios, mas muitas refeições são meras gentilezas. Já na cultura oriental as refeições com pessoas que não são da casa são tratados como contratos acertados entre o dono da casa e seu visitante. Sendo assim, a atitude tomada pelo profeta de Deus era compactuar com o pecado de Jeroboão. O convite do profeta velho foi o mesmo feito pelo rei.

Os servos de Deus devem ser santos. A Bíblia diz no livro dos Salmos: “Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos.” (Sl 19.1) Baseado neste texto faremos um analogia sobre a vida cristã utilizando um fenômeno natural chamado encontro das águas que ocorre na cidade de Manaus entre os rios Negro e Solimões. O rio Negro tem suas águas limpas e calmas enquanto o rio Solimões tem suas águas barrentas e agitadas. Um rio corre ao lado um do outro por 6 km, porém, suas águas não se misturam. Na vida cristã, o cristão é santo e manso, enquanto o ímpio é sujo e rebelde e um não pode se misturar com o outro. O que é santo não pode ser profano, o que é limpo não pode ser sujo, o que é justo não pode praticar injustiça, o que é de Deus não pode ser filho de Belial. (Ap 21. 10...)
(Pv 25.26) “Como fonte turvada, e manancial poluído, assim é o justo que cede diante do ímpio.”

(v. 24) Um leão o encontrou... – o ato de assentar-se na mesa onde reinava o pecado, ocasionou a permissividade para que o leão o encontra-se.
(I Pe 5.8) “Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar”

Deus é o Senhor do Tempo – O relógio da regência de Deus hoje está entre o momento do convite do profeta velho e o assentar na mesa do pecado que culminará no ataque do leão. É tempo de escape.
Fique alerta! Retroceda! ESCAPAAAAA-TE por tua vida!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Graça e Paz de Cristo!
É muito bom e importante ter você comentando minha postagem.
Deixe seu contato de e-mail para que eu possa te responder e agradecer.
Que Deus continue te abençoando!
Fraternalmente,
Vladimir Calisto

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...